quinta-feira, 14 de março de 2013

Mesmo ruim, pode ser bom

Levantei junto com o sol para ir correr.

Levantei com o sol para ir correr. Suuuuuper gripada, fiz meu corpo se mexer, quando ele só queria continuar na cama. Corridinha de 6km, com o sol forte, já queimando a pele. Sem conseguir respirar direito por causa da gripe, tive que fazer um treino com ritmo bem leve para conseguir terminar.

Mesmo assim, foi duro. No primeiro trecho até que foi tranquilo, mas a partir da metade peguei o sol de frente e o corpo parecia que estava pesando uma tonelada. Ainda tinha um ventinho para refrescar, mas que dificultou ainda mais minha já inexistente respiração.

Não gosto de treino assim, sofrido. Até acho que correr deve ter um certo grau de sofrimento, mas um grau muito maior de prazer, enquanto damos um passo atrás do outro, vencendo quilômetros. Terminei exausta, mas satisfeita por ter concluido. E depois ainda fui para a academia para fortalecer o corpicho e não me lesionar correndo.

Pace médio - 5'42''


Livro da vez: "Era uma vez um corredor" de John L. Parker Jr. - não estou gostando muito.